PROFESSOR ARTUR PINHEIRO

Monday, May 25, 2009

Sugestão ao Papa Bento XVI

Se houvesse a possibilidade ser ouvido pelo papa , lhe daria uma sugestão para fazer uma revolução na Igreja Católica Apostólica Romana. Tal revolução seria em um ponto apenas: acabar com a obrigatoriedade do celibato para padres, Que segundo o Pe. Diogo Antonio. Feijó, é ante bíblico e não é natural.
Ou seja, a sugestão seria no sentido de: determinar a Igreja em todos os países a recrutarem, dentre seus fiéis, notadamente entre aqueles de militância nas pastorais, e demais interessados, para ingressarem em um curso de formação de sacerdotes. Aqueles que tivessem formação superior, bastaria fazer um curso complementar de Teologia de um ano de duração. Os que tivessem apenas o ensino médio, fariam um curso de 3 anos, os que tivessem teologia fariam apenas um estágio de 6 meses acompanhado pelo pároco de sua cidade e credenciado pelo bispo da diocese. Os diáconos permanentes fariam a formação complementar e de imediato seriam consagrados padres.
A seleção dos recrutados seria a partir das famílias, das comunidades das paróquias e da diocese. Assim: Primeiro a família teria que declarar que aceitaria aquele pai de família ser padre, do mesmo modo a sua comunidade, como também o seu pároco e por último, baseado nas informações destes três níveis, o bispo. Só depois deste processo, simples e rápido, mas eficaz, por ser participativo, é que o candidato se habilitaria a fazer o curso de preparação. Este processo não se aplicaria aos diáconos permanentes, por já serem possuidores da ordem, passando apenas par um degrau superior.
O fundamento bíblico desta proposta: está na Carta de São Paulo a Tito. Diz São Paulo: “Se te deixei em Creta, foi para que fizesses o que ainda faltava e nomeasse presbíteros em cada cidade, conforme te ordenei.O candidato para esse trabalho deve ser correto, ser marido de uma só mulher, ter filhos que vivem a própria fé e não são acusados de maus costumes ou desobediência. Pois é preciso que o episcopo encarregado da casa de Deus seja honesto:, não seja orgulhoso, nem tenha mau gênio, que não abuse da bebida,, não seja desonesto. Pelo contrário, seja hospitaleiro, amigo do bem, ponderado, justo, santo, senhor de si, firmemente apegado à palavra autêntica conforme o ensino recebido, para que seja capaz de corrigir os erros com instruções certas e rebater os que dizem o contrário” (Tt 5 a 9)
Como se vê São Paulo quer que o presbítero seja casado, não fala em celibato. Ele dá ênfase às virtudes. É claro, ele quer uma igreja integrada na comunidade. Aliás, a palavra igreja vem do latim Iglesia e quer dizer comunidade. São Paulo sabia que o sucesso de sua missão na tarefa de expandir o cristianismo, carecia de integrá-la às comunidades. Quer o pai no comando da igreja, com a participação ativa dos filhos. Aí está a chave do sucesso, da expansão da Igreja Reformada, os antes chamados Protestantes e hoje autodenominados Evangélicos.
Este aprendizado baseado na orientação paulina, a Igreja Católica Apostólica Romana, deveria agregar, para o seu fortalecimento e expansão, como Igreja Cristã com grande patrimônio doutrinal e cultural. Uma coisa tão simples de fazer, por que é tão difícil de ser assimilado pela hierarquia da Igreja?

FRANCISCO ARTUR PINHEIRO ALVES
PROFESSOR DE HISTÓRIA DA UECE

0 Comments:

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home


 
póquer
video poker casinos